Sαudαde'


Uma palavra complicada de descrever
Um vazio que machuca e faz sofrer
Faz-nos recordar de bons e maus momentos
Isentos dela nunca estaremos
Àquele que nunca sentiu a ausência de algo ou de alguém
Ainda não nasceu ou uma pedra no lugar do coração tem
Saudade nem sempre é sinônimo de perder
Mas é preciso amar pra conseguir entender
O que hoje não é símbolo de prioridade
Amanhã pode ser apenas lembranças e saudade!

Simplicidades'


Ver o dia amanhecer e o sol nascer
Dormir e acordar e ver a vida acontecer
Sentar para pensar, por um momento se isolar
Perceber que sempre tem alguém que vai ao seu lado sentar
Cantar enquanto está no banho
Dar alguma informação para um estranho
Olhar pela janela e sentir a brisa te tocar
Admirar o céu e as estrelas em uma bela noite de luar
Dar risadas das coisas mais simples da vida
Deixar uma lágrima cair e nos lábios senti-la dissolvida
A Vida é assim, feita de cumplicidades e realidades
Mas cada uma tem a sua essência, enxergue as simplicidades!

(Des)Encontros



Eu queria poder te olhar agora e dizer
Que Te Amo e que não quero te perder
Queria não ter medo de falar
Que sem você, não posso continuar
Queria segurar as tuas mãos e te abraçar
Ter a certeza de que você ainda vai voltar
Sentir os teus lábios procurando os meus e te beijar
Fechar os olhos e quando abrir você continuar no mesmo lugar
Ouvir você sussurrar no meu ouvido
Dizer que me quer sempre contigo
Não consigo acreditar
Que é assim que a nossa história vai acabar
Nada aconteceu... E eu já estou tentando superar!

'♥ Mom ♥'



Ela tem a chave da porta do meu mundo
Sabe o que sinto quando me olha apenas por um segundo
Conhece todas as minhas fraquezas e verdades
Faz tudo o que pode para me trazer felicidade
Entende e aceita quando quero ficar sozinha
E quando tudo parece desmoronar ela coloca sua mão sobre a minha
Protege-me contra tudo e contra todos
Tem o abraço mais forte e poderoso
Sinto-me realizada por tê-la ao meu lado
Sem dúvida, ela é bem mais que esse texto rimado
Não encontrei tradução em nenhum dicionário
E pela primeira vez se torna insuficiente o meu vocabulário
Descrevê-la na minha vida não é tão simples assim
É algo bem além do que sei sobre mim
Apenas posso dizer que a Amo demais
Ela sim é a minha verdadeira paz
Mom, tu és a faculdade na qual eu nunca me formarei
Pois contigo algo novo eu sempre aprenderei!


Uma Razão.A Minha Razão.




I'm Sorry Dear ¬¬'


Sei que não sou a garota ideal
Mas ter defeitos é ser normal
Nada do que você falar vai me fazer mudar
Esse é o meu jeito, se realmente me ama terá que aceitar
Não vou mudar a minha personalidade só pra te agradar
Pois antes de sentir qualquer sentimento por você, eu tenho que me valorizar
Entenda que o amor não exige nenhuma mudança
É a convivência que gera a confiança
Se aos seus caprichos machistas eu me render
Não vai demorar muito e você vai querer me prender
Viver uma situação desse tipo não é o que eu quero
Ser livre e feliz, amar e ser amada é tudo o que eu espero
Sinto muito se algum dia te deixei pensar
Que eu seria pra você uma massinha de modelar
Desculpa se eu não sou tudo o que você queria
Acredite, talvez você também não é o que eu merecia
Confesso que por você eu estou apaixonada
Mas não é por isso que aceitar ser sua subordinada
Querido, eu não nasci pra ninguém colocar etiqueta em mim
Se é difícil pra você entender, é porque chegou o nosso  fim
Quando entre um casal não existe mais a compreensão
É porque o amor só existem em um coração e o outro vive de ilusão
Me desculpe se com essas palavras eu te magoei
Queria apenas deixar bem claro que por você nem por ninguém eu mudarei
Não quero que você mude o seu princípio nem o seu conceito
Pois  diferentemente de você,   eu sei o que é respeito
Não é apenas pelas qualidades que se ama alguém
E sim pelo conjunto que a pessoa tem
Não quero te deixar em um beco sem saída
Você não tem o que decidir meu amor,  pois eu não faço mais parte da sua vida!


            Texto escrito para a minha  amiga virtual, a @maah_funes   '

Caminhos Diferentes.



Nem sempre as coisas acontecem da forma planejada
Tomam rumos completamente diferentes, de maneira inesperada
Quando nos conhecemos ficamos por impulso do momento
Mas com o passar do tempo vivermos longe um do outro já era um tormento
Foi então que depois de muitas idas e voltas, uma decisão foi tomada
Você agora seria o meu namorado e eu a sua amada
Nos tornamos um único ser, o nosso amor era pra valer
Vivemos momentos que jamais irei esquecer
Tudo tinha agora um outro sentido, estávamos muito envolvidos
Passamos por muitas coisas juntos, momentos às vezes muito sofridos
Mas não importava o que acontecesse, nosso amor superava
O que os outros pensavam de nós não importava
Porém não sei explicar ao certo o motivo do término desse amor
Foi tudo muito vago, mas sei que você não foi o único causador
Os encontros se tornaram em rotina e de repente tudo que era perfeito
Tornou-se sem sentido e cheio de defeito
E assim foi o fim da nossa relação
O ponto final de uma história de amor e paixão
Já não existia a mesma emoção ao nos abraçarmos, beijarmos
Se continuássemos iríamos cada vez mais nos machucarmos
Foi melhor assim, eu sem você e você sem mim
No começo foi muito dolorido e complicado
Mas com o passar do tempo tudo foi cicatrizado
Nunca deixamos de nos falar
Ficou uma amizade que nunca vai acabar
Espero sinceramente que sejas feliz e realizado
Que encontre a pessoa certa pra ficar ao seu lado
Você foi o meu primeiro amor, eu nunca te esquecerei
As melhores lembranças suas no meu coração eu guardei.

Texto escrito para a minha florzinha, a @mirella_b  *--*

Sem Medidas ♥'



  Oown amore, não há nada que eu possa escrever
Capaz de traduzir tudo o que eu tenho pra te dizer
Você se tornou muito importante na minha vida
Me sinto realizada por ser sua amiga
Palavras não passam de letras ligadas
E que na maioria das vezes nem são bem interpretadas
Por isso é que eu admiro tanto você e o seu modo de ser
Apenas sorri e me abraça quando não há o que dizer
São todos esses teus gestos que me fazem te amar
Tu não és apenas um amigo, mas sim  um irmão que comigo pra sempre eu vou levar
As pessoas dizem que entre garotos e garotas não pode existir uma  amizade
Hoje, você me fez descobrir que isso é um mito, a nossa é de verdade
Nando, você é um sinônimo de muita determinação
Saiba que não é por acaso que ganhas tanta admiração
Bom, até agora eu só  filosofei aqui com as minhas rimas, mas agora eu vou falar a verdade nua e crua.

Cuidado, não fique se dando ao desfrute com essas garotinhas por aí viu?! Já sabe né?! Eu sou muito ciumenta mesmo. Nada de namoros, nem virtual ok?! Detesto ter que dividir a sua atenção com pessoas desconhecidas. Você me conhece muito bem e sabe de tudo o que eu sou capaz, eu não preciso nem dizer. Pronto, falei.
Amore, tentei falar da forma mais descontraída possível para que você saiba que mesmo sendo um curso que nos uniu não vai ser outro que vai nos separar!
Não tem nenhum curso ou pessoa que nos distancie, não duvide disso, a menos que apareça um amigo mais bonito q  ue você! Brincando amor, igual a você não tem, é impossível!







Eu Te Amo Muito, seu azedo!


Tarde de Verão ☀



Sentia-me muito feliz quando estávamos a teclar
Ligávamos as nossas webcams, melhor que isso não poderia ficar
Ou melhor, pra ficar perfeito só se eu pudesse te encontrar
Chegamos a marcar várias vezes, mas nunca conseguimos concretizar
Até que em um belo dia de inverno
Juntamente com promessas de amor sincero
Decidimos que seria na primeira tarde de verão
Pois o calor só aumentaria a nossa emoção
Faltavam ainda alguns dias para o inverno acabar
Pra mim pareciam infinitos, o verão parecia se retardar
Finalmente, depois de muita espera o dia havia chegado
Não podia acreditar que em breve estaria ao seu lado
As horas pairavam no tempo, não queriam passar
A ansiedade e a impaciência começaram a me dominar
Quando escutei o meu celular chamar, sair correndo pra atender
Ao dizer “Alô” senti meu corpo todo estremecer
Era você dizendo que já não aguentava mais esperar
Queria que eu fosse logo te encontrar
Não pensei muito e rapidamente confirmei
Caprichei no visual e logo me arrumei
Ao chegar ao local marcado, sentei para te esperar
A minha maior surpresa foi quando desviei o meu olhar
E me deparei com você sorrindo a me observar
Nessa hora pensei que estava a sonhar
A tua beleza não dava nem para com alguma coisa comparar
Você levantou e veio em minha direção
Eu estava quase explodindo de tanta emoção
Cumprimentamo-nos e você sentou
                                   Não demorou muito e o primeiro beijo rolou
Conversamos muito, nem percebemos o tempo passar
Passeamos por muitas ruas e avenidas
Mas tem uma que delas que nunca será esquecida
Não era muito bonita, talvez estranha, sem muito movimento
Mas para nós era o lugar mais perfeito do momento
Parecia que até os nossos pensamos estavam em sincronia
E para àquela singela rua ele nos conduzia
Foi então que começamos a nos beijar
E naquela hora o mundo mudou de lugar
As poucas pessoas que ali passavam ficaram a nos olhar
Mas nem você nem eu nos importamos
E novamente em beijos e abraços nos enlaçamos
Sinceramente, eu nunca pensei
Que àquela TARDE DE VERÃO fosse bem além do que um dia eu esperei
Não pensarei duas vezes antes de repetir
Quero voltar a estar contigo meu amor, poder o teu perfume de novo sentir.


Esse texto tem o objetivo de demonstrar que tudo pode ser como um dia você chegou a sonhar, aqui terminou com um final feliz, aconteceu o que o casal tanto quis, mas como qualquer situação de nossas vidas reais e/ou virtuais sabemos que os perigos são eminentes, não se engane! Ele está sempre presente, portanto, seja sempre consciente!

Me Reconstruindo...


Essa foto retrata simplificadamente o que passo agora
Não tenho tempo para me reorganizar, nada mais tem hora
Nunca imaginei que uma "simples" mudança de endereço
Fosse cobrar tão rápido o seu preço
Minhas rotinas já não existem
As desorganizações e as correrias são o que  persistem
O relógio parece que está disparado
Quando percebo, o dia já tem terminado
E novamente se acumulam as atividades
Não aguento mais essas imparcialidades
Mas parece que tudo já está voltando ao normal
Porque bagunça como essa eu nunca tinha visto igual
Desculpa a todos os que seguem e que desse blog passaram a gostar
Sim, eu estava meio sumida, eu sei, mas agora voltarei a postar
Não apenas para satisfazê-los, mas para me satisfazer
Não é mais segredo que eu amo Amo escrever
E isso me faz muita falta, chego até a ficar um pouco triste
 Escrever é uma das melhores coisas que existe!
Saindo..Mas logo logo estarei voltando!
Me realizo quando estou postando
Estou me reconstruindo...
E novidades podem estar surgindo!






Trails of Teens.


Episódio de hoje: Se Enturmando




(Caroline e Vanessa são amigas desde que eram crianças, agora estão com 16 anos e seus pais acabaram de matriculá-las em um curso de inglês que é realizado três vezes por semana, segunda, quarta e sexta, das 14h00min às 16h30min).

Caroline: Sinceramente viu?! Tô achando que esse curso de inglês vai ser um saco... E você Van, o que acha?

Vanessa: Sei lá Carol! Pra mim tanto faz! Isso é paranoia da minha mãe, eu nem vô usar esse idioma agora, que saco!

Caroline: Nem eu! Mas sabe como é né? Meu pai disse que ia acabar com a minha net se eu não fizesse esse curso.

Vanessa: Put’z! Sem net? Aí foi golpe baixo né? (risos)

Caroline: Também acho! Bom, vamos entrar logo, parece que já vai começar.


(Ao entrar na sala do curso Caroline e Vanessa se entreolham por alguns segundos boquiabertas com o que estavam vendo. Era uma sala climatizada, ampla e bem confortável, mas não foi isso que as deixou espantadas e sim as pessoas, ou melhor, os garotos da sala).


Vanessa: Vem Carol, vamos sentar lá atrás.

Caroline: Van, você viu? Caramba, parece que a gente acabou de entrar em uma fábrica né? Nunca vi tantos deuses juntos! Quero vir a todas as aulas agora! (risos)

Vanessa: Por que não colocaram logo a gente nesse curso hein? Ainda bem que ele vai demorar um tempão pra terminar.

Caroline: Aiin Van... Olha aquele ali de boné! Nossa, gamei naquele outro de piercing e blusa listrada lilás! Não, não, mais aquele ali de cabelo arrepiado é demais né? OMG!

Vanessa: (risos) Pelo menos alguma coisa de inglês você já sabe! Mas Carol se liga na aula se não vai dar bronca e eu não quero ficar levando sermão na frente deles, você quer?

Caroline: Deixa de ser chata garota! Já tô ligada... Só ainda não decidi em qual deles... (risos)

Vanessa: Você e suas piadinhas. Se manca garota! Eles nem se deram conta que a gente existe, vai ver que eles são do tipo nerd, que não largam os livros. (risos)

Caroline: Bom, isso nós só vamos descobrir na hora do intervalo.


(As aulas do curso eram dividas em dois horários, havia um intervalo de 30 minutos entre um horário e outro, um snack time, como a instrutora do curso falou).


Vanessa: Carol, vamos até a cantina comprar alguma coisa? Não comi quase nada no almoço, ainda tava emburrada porque tinha que vir pro curso.

Caroline: Haa, Van! Como você pode ser tão fria assim?

Vanessa: Xiii boiei agora! “Fria” por quê?

Caroline: Aff! Aqui cheio de gatinhos e você pensando em comida?! Me erra garota!

Vanessa: Ok, e o que é que nós vamos fazer? Tá vendo? Bem que eu disse que eles eram nerds! Olha lá, cada um com uma revista, livro ou sei lá o quê na mão!

Caroline: Vamos agora descobrir o que é... Vem!

Vanessa: Carol, solta o meu braço! Que mania essa sua de sair por aí me puxando hein?!

Caroline: Oi meninos, tudo bom? Meu nome é Caroline e essa é a Vanessa.

Vanessa: Oi...

Eduardo: Olá! Tudo ótimo, e com vocês? Meu nome é Eduardo, mas a galera me chama de Edu.

Rafael: E aê belê? Eu sou o Rafa.

Gabriel: Ôô, deixa eu falar também mân! (risos) Oi meninas me nome é Gabriel, tudo bem?

Caroline: (risos) Tudo bem sim. Bom, pra falar a verdade nem tanto porque a gente tá aqui meio que obrigadas sabe?

Vanessa: Pois é, tudo por paranoia dos nossos pais. Mas parece que as aulas nem são tão ruins como a gente imaginava, pelo contrario, parecem ser bem interessantes, vocês concordam?

Eduardo: Não, espera aí. “Obrigadas”? (risos) Então vocês podem entrar pra nossa turma, porque nós também fomos forçados a vir.

Rafael: Êê, calma aê! “Nós” é muita gente viu Edu? Eu tô aqui porque quero ok?

Gabriel: Ligam não meninas, o Rafa é o nerd da turma, mas logo logo vocês acostumam. (risos)

Caroline: (risos) Vocês são demais! Adorei! E você hein Van, dizendo que eles eram todos nerds só porque eles estavam com algumas revistas.

Vanessa: Não precisava espalhar né Carol?! Ela é assim mesmo, maluca, não tem cura. (risos sem graça)

Eduardo: (risos) Só porque a gente tava com essas revistas? (risos) São mangás meninas!

Caroline: Haaaa....

Letícia: E aê galera! O que tá rolando aqui?

Eduardo: Conversa fiada. Meninas, essa é a Letícia.

Vanessa: Oi Letícia, meu nome é Vanessa e ela é a Caroline.

Caroline: Oie. Vocês todos já se conhecem?

Letícia: Bom, na verdade nos conhecemos há mais ou menos 2 horas, na entrada do curso. (risos)

Rafael: (risos) Isso tudo já?

Eduardo: (risos) Como o tempo passa rápido!

Vanessa: Olha lá a instrutora, toda elegante ela né?

Caroline: Não é hora pra falar de moda Van. (risos)

Gabriel: Bom, falando em tempo, parece que a aula já vai começar galera, é melhor a gente ir logo.


(Esse foi apenas o primeiro dia de curso, já pensou no que vai rolar com essa galerinha? Bom, é melhor que vocês não deixem de conferir o próximo episódio).




Click Aqui para conferir o perfil dessa galera!

Capítulo VIII

 
    Surpresas


        Naquele mesmo dia Jean me convidou para jantar, eu falei que estava muito cansada e que não seria uma boa companhia, foi quando ele me deixou sem saída dizendo que de qualquer forma eu teria que comer e que não ficaríamos até tarde, pois ambos tínhamos muitos compromissos no dia seguinte. Depois de todos esses argumentos o meu sim foi inevitável
        O jantar foi muito agradável, fomos a um restaurante pequeno, porém muito aconchegante que ficava próximo ao centro da cidade. Quando estávamos a caminho do restaurante me senti muito animada e ao mesmo tempo apreensiva. Jean me seguiu durante todo o percurso, ele não conhecia nada na cidade e por isso havia deixado a escolha do lugar para onde iríamos jantar por minha conta, e foi exatamente o que eu fiz.
       Por volta das 12h45minpm eu já estava em casa, me despedi de Jean três quarteirões antes, em uma rua que ficava próxima ao hotel onde ele estava hospedado. A nossa despedida não foi muito romântica, afinal nós estávamos quase dormindo em pé de tão cansados, portanto fora apenas um beijo rápido.
      Quase não consegui tomar banho, não sei se por causa do cansaço ou se foi devido à adrenalina que me consumia, mas com muito esforço consegui, e logo em seguida fui pra cama, precisava urgentemente das minhas cobertas e de uma boa noite de sono. Durante alguns minutos eu tentei parar de pensar em Jean e dormir, mas não foi possível, não parava de pensar na maneira como fui surpreendida quando tentava fechar a porta na empresa, a forma como ele me beijou e me envolveu em seus braços, tudo foi tão intenso, tão verdadeiro, que só agora  eu estava me dando conta do perigo, da loucura a que nos submetemos, sei que não havíamos feito nada demais, eram apenas beijos, mas e se alguém houvesse nos surpreendido? Não, é melhor que àquele episódio não se repita, pelo menos não no nosso ambiente de trabalho.
      Não consegui conter uma risada ao me deparar com esses pensamentos, realmente parecia que naquele momento nascia uma nova Christine, porque àquela de outrora havia sido completamente extinta, visto que antes eu nunca teria tido a coragem de deixar que algo do tipo acontecesse, não depois de ter sido tão magoada, tão humilhada pelo meu ex. Mas agora seguia com uma nova fase da minha vida, com novos objetivos, e talvez até com um novo amor... Aos poucos fui adormecendo e caí em um sono profundo.
       No dia seguinte acordei bem disposta, me sentia eufórica. Depois de tomar banho e café peguei as minhas chaves e saí, apesar de saber que ainda era muito cedo para entrar na empresa. Não queria ter que ficar presa no trânsito, que por sinal, parecia conspirar a meu favor, estava calmo, o que me fez chegar ainda mais rápido.
         Deixei o carro no estacionamento e fui direto para a minha sala, não queria ter que encontrar com Jean nos corredores, pois fiquei com receios de não conseguirmos manter uma postura profissional, pra falar a verdade, eu estava me sentindo muito vulnerável coma a presença dele no mesmo ambiente que eu.

          Estava tão perdida com meus pensamentos que quase não percebi que tinha uma pequena caixinha em forma de coração próxima à porta da minha sala prestes a ser esmagada pelo meu pé, me abaixei para apanhá-la antes que alguém a visse, afinal já sabia de quem era. Entrei rapidamente e fui ver o cartãozinho que a acompanhava, o mesmo dizia o seguinte:




Nenhum desses doces é capaz de traduzir a doçura do teu olhar...
Muito menos dessa tua elegância espontânea que me faz te admirar...
Tenha um belo dia!
                                                                 
                                                                 Ass: Um espectador da tua beleza.

         Fiquei completamente confusa, por que Jean não havia assinado com o seu nome? Claro que era ele! Bom, resolvi então entender como uma  brincadeira dele, eu adorei o presente, me senti muito encantada, além do mais eram chocolates maravilhosos!
           Já passavam das 02h30minpm quando eu pedi a Roberta, minha secretária, que me trouxesse algo para comer. Não demorou muito e ela chegou com alguns sanduiches e um suco, porém sem me dar conta percebi que havia algo de diferente nela, ainda não conseguia dizer o que, mas sabia que tinha, então perguntei se ela havia cortado o cabelo e ela me respondeu que sim, que estava cansada de estar sempre com o mesmo penteado e que por isso tinha resolvido mudar um pouco, afinal que mulher não gostar de mudar um pouco de visual e de se sentir mais bela, então confirmei com um gesto, pois estava comendo, e em seguida ela saiu.
             Roberta era uma jovem de mais ou menos 21 anos, de longos cabelos castanhos, olhos claros, esbelta, de traços marcantes, enfim, ela realmente era uma bela mulher, muito atraente e que sabia deixar isso transparecer, afinal quase todos os homens do escritório confirmariam essa afirmação se qualquer pessoa os perguntasse. A sensualidade dela parecia estar sempre à flor da pele.
          No fim do expediente fui até a sala de Jean, não o havia visto durante todo o dia, deduzi que ele estivesse tão ocupado quanto eu. Aproveitei que Roberta tinha me pedido para sair um pouco mais cedo para resolver um problema pessoal e fui vê-lo. Quando me aproximei da porta de sua sala vi que ele estava conversando com alguém, então resolvi não entrar abruptamente como havia planejado no caminho, foi quando ouvi que ele estava a falar com uma mulher, de voz muito parecida com a de alguém que eu conhecia, mas quem? O som era baixo e abafado, quase murmúrio não dava pra saber direito.
          Decidi olhar pelas frestas da veneziana de sua janela e até agora me culpo por ter feito isso, até agora não consigo acreditar no que vi e muito menos no que ouvi.



O que será que ela ouviu??! Nossa, que ansiedade!
Descubra no próximo capítulo.

Meu Silêncio.


Todos me enchem de perguntas idiotas
Não tenho a obrigação de dizer as respostas
Eu preciso antes de tudo me entender
As vezes nem a mim mesma eu sei responder
Busco explicações compulsivamente
As interrogações não saem da minha mente
Tenho que ser um pouco mais tolerante, eu sei
Mas me incomoda o fato de ser interrogada a todo instante, ser paciente eu já tentei
Tudo o que eu queria era ser respeitada
Ter o direito de ficar quieta, calada
Não entendem que as vezes eu não quero conversar?
Que eu quero ficar sozinha pra pensar?
Todos sabem da importância de refletir
Mas quando é comigo, esse termo parece não existir
Outros enchem a minha cabeça com bobagem
Não vou fazer tudo o que me dizem, não tenho coragem
Posso não ser o ser humano mais sensato do mundo
Mas só quero que respeitem o meu silêncio, mesmo que por um segundo.


" Meus gestos, minhas expressões...
Meus objetos, minhas dimensões...
Meus olhares, minhas personalidades...
Meus covardes, minhas realidades...
E por fim, o silêncio que existe dentro de MIM".

Subconsciência.


Sim, não é apenas uma palavra, a minha existe
Mesmo que as vezes eu não entenda, ela ainda persiste
Envolve-me em suas travessuras e dissabores
Liberta minhas mais secretas loucuras e amores
Transforma todos os meus desejos em realidade
Meu subconsciente não tem escrupulos, foge da realidade
Ele faz mil e um planos para apenas um dia
Realizar alguns desses eu confesso que gostaria
Enquanto eu não consigo deixar tudo acontecer
Vou continuando a preservar esse meu outro ser
E quem pensa que não tem subconsciência
É porque ainda não descobriu a sua essência.

"Subconsciência.Existência.Experiência.Ausência.Evidência".

Te sinto LONGE mesmo quando está PERTO.



Não consigo ser contente ao descrever 
Que aos poucos estou a te perder
Os olhares que outrora eram penetrantes
Agora são vazios, sempre distantes
Os momentos de risos espontâneos
Já não são assim tão instatâneos
Agora, exigem um certo esforço, são literalmente forçados
Não te sinto perto, mesmo quando estamos abraçados
As vezes tenho uma estranha e persistente sensação
É como se nunca tivessemos vivido uma ardente paixão
Olho pra mim e não me encontro, olho pra ti e não te reconheço
É como se a rotina agora cobrasse o seu preço
Antes, a cada segundo um gesto sutil ou alguma palavra carinhosa
Agora, ouvem-se apenas murmúrios, sua boca quase sempre silenciosa
Os encontros outrora esperados com ansiedade
São agora como uma obrigação pra ti, me dói dizer essa verdade
Não encontrei um motivo preciso para essa tua mudança
Mas confesso que nunca havia sentido tanta insegurança
Te sinto longe mesmo quando está perto
Não acredito mais em "nós", me sinto no meio de um deserto
Por muitas vezes eu tentei não enxergar, não queria ver
Que tu já não estavas a me amar e que eu nada poderia fazer
Essas são apenas palavras soltas que jogo ao vento
Espero que ele as leve para bem longe do meu pensamento.



" Nem sempre estar PERTO significa estar JUNTO".

Cαminhαm Comigo'